Ondrepsb
Ondrepsb 2
Ondrepsb 3

Confira cinco apostas das fintechs em 2022

Especialista indica mobile payment, big data e armazenamento em nuvem como algumas das tendências presentes nesse mercado

Por Administrador em 18/01/2022 às 15:12:11

Iniciativas como pix, open banking, open insurance e criptomoedas foram responsáveis por levar inovação ao mercado financeiro nos últimos meses, o que contribuiu para o aquecimento daquelas empresas que alinham tecnologia e finanças. Segundo um estudo realizado em janeiro pela plataforma de inovação Distrito, as chamadas fintechs concentraram o maior número de aportes no Brasil em 2021, chegando a 153 investimentos, que juntos somaram mais de US$ 3,5 bilhões.

"Por conta da pandemia, o avanço da tecnologia se estendeu em todos os setores, principalmente no de finanças. Desta maneira, as fintechs que sempre lutaram por um espaço no mercado, tiveram a chance de mostrar o quanto são ótimas alternativas aos bancos tradicionais. Podemos dizer que o crescimento dessas startups apenas reflete a maturidade que elas alcançaram a partir das últimas transformações. Para 2022, a tendência é que o segmento continue em evolução", diz Gabriel Andrade, CEO da Quero 2 Pay, fintech de meios de pagamentos por maquininhas de cartão. Pensando nos próximos passos desse mercado, o executivo listou as principais apostas dessas empresas em 2022. Confira abaixo:


Blockchain
O blockchain é um sistema que permite rastrear o envio e o recebimento de certas informações na internet, tal como as transações das moedas digitais. Neste ano, esta será uma grande aposta das instituições financeiras, já que é um meio que facilita a realização de transações peer-to-peer (de pessoa para pessoa, sem a necessidade da intervenção de terceiros) e os dados registrados pela tecnologia são criptografados e distribuídos, o que ameniza a ocorrência de fraudes.


Inteligência artificial

A Inteligência Artificial (IA) é uma tecnologia capaz de automatizar decisões humanas, o que facilita o processamento de dados. Com esta solução, as fintechs costumam trazer mais assertividade a processos, como obtenção de previsão de retornos e análise de riscos e contextos para investimentos.


Mobile Payment

Por conta das mudanças nos modelos de venda, o formato de mobile payment tornou-se uma forte tendência no mercado financeiro. Nesta solução, é possível realizar pagamentos via dispositivos móveis de maneira presencial ou à distância, o que traz mais flexibilidade para os consumidores.


Big Data

O big data é uma ciência que estuda como tratar, analisar e obter uma grande quantidade de informações. Ao trazer essa iniciativa para o universo financeiro, as empresas encontram caminhos para aprimorar o conhecimento dos comportamentos dos clientes e consequentemente mapear o perfil a fim de saber como impactá-los e mantê-los fidelizados. Outra utilidade dessa ferramenta é apurar e filtrar os inúmeros conteúdos que circulam diariamente no segmento a fim de chegar aos melhores insights do setor.


Armazenamento em nuvem

O setor financeiro é movido por dados. Desta maneira, o armazenamento dessas informações em nuvem permite que as instituições financeiras tenham mais visibilidade, flexibilidade e segurança no tratamento de todo esse conteúdo. Além disso, os servidores em cloud, como são também são chamadas, organizam e estruturam com facilidade os padrões de segurança de dados.

Sobre a Quero 2 Pay

Fundada em abril de 2020, a Quero2Pay é uma fintech de meios de pagamentos por maquininhas de cartão que nasceu com o objetivo de democratizar o acesso à tecnologia financeira e, assim, alavancar e empoderar empreendedores ao redor do Brasil. Localizada em São Paulo, a empresa apresenta em seu portfólio os serviços de POS -point of sale- (Queridona Smart), Q2 Lupa, Q2 Link e programa de licenciamento com foco em microempreendedores. Atualmente, a marca criada durante a pandemia tem presença nacional em 1.900 cidades e em mais de 20 mil estabelecimentos.

Comunicar erro
Orsitec

Comentários

Galego Bar e Restaurante