Sa√ļde em Obras: Estado autoriza ampliação das salas de espera de tr√™s hospitais da Grande Florian√≥polis

Por Administrador em 03/11/2023 às 19:27:47

Maior conforto e um espaço adequado aos pacientes e seus acompanhantes, durante a espera por atendimento nos hospitais da Grande Florianópolis. Com este intuito, a secret√°ria de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, assinou na quarta-feira, 1¬ļ de novembro, o contrato e a ordem de serviço para o início das obras de ampliação das salas de espera das emerg√™ncias do Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), Maternidade Carmela Dutra (MCD), além da emerg√™ncia cirúrgica e ambulatorial do Hospital Regional de São José (HRSJ). O valor total dos serviços contratados é de R$ 2,7 milhões. O ato de assinatura contou com a presença dos representantes da empresa, diretores e servidores dos hospitais beneficiados.

"A ordem de serviço foi assinada para que, no prazo de 60 dias, a empresa construa, de forma modular, a expansão das salas de espera do Hospital Regional de São José, da Maternidade Carmela Dutra e do Hospital Infantil Joana de Gusmão. A iniciativa teve a participação efetiva e o apoio à Secretaria de Estado da Saúde, da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade, e visa acolher de uma forma mais agrad√°vel todos aqueles que precisam e procuram as nossas unidades hospitalares. Hoje nossos espaços são acanhados, com pouquíssimos sanit√°rios, e essa melhoria certamente contribuir√° para uma assist√™ncia de maior qualidade por parte de nossas equipes saúde", afirma a secret√°ria Carmen Zanotto.

No Hospital Infantil Joana de Gusmão, a √°rea ampliada ser√° de cerca de 108 metros quadrados (m¬≤), enquanto na Maternidade Carmela Dutra ser√° de aproximadamente 105 m¬≤. As emerg√™ncias cirúrgicas e ambulatoriais do Regional de São José ganharão um espaço adicional de 216 m¬≤. Todas essas unidades contarão com salas de espera, frald√°rios, e banheiros masculinos, femininos e para pessoas com defici√™ncia.

Para o superintendente dos Hospitais Públicos Estaduais, Roberto Henrique Benedetti, as obras são uma resposta para o ritmo de crescimento da sociedade. "De fato, a ampliação se faz necess√°ria devido à falta de aumento dessas √°reas hospitalares nos últimos anos, ao passo que nós tivemos um incremento da população em Santa Catarina bastante expressivo nos últimos dez anos. Esses novos espaços t√™m como objetivo proporcionar um atendimento mais eficaz aos nossos pacientes", destaca.

O projeto estabelece o uso de um sistema construtivo modular pré-fabricado, com a instalação de módulos industriais que serão projetados e montados no local. Fernanda Menezes, arquiteta e urbanista que atua na Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), explicou que um projeto b√°sico orientou a contratação pública, sendo que o sistema construtivo proposto minimiza a necessidade de intervenção no local, dispensando a criação de um canteiro de obras convencional e reduzindo o tempo da obra.

"No geral, a implementação de estruturas modulares pré-fabricadas e industrializadas é uma solução eficaz para a ampliação das salas de espera em emerg√™ncias hospitalares. Ela atende aos requisitos de tempo, custo, qualidade e sustentabilidade, que são cruciais em um ambiente hospitalar", detalha a arquiteta.

A empresa contratada ter√° um prazo de 60 dias consecutivos para apresentar o projeto executivo e realizar os serviços.

Comunicar erro
Ondrepsb 1
Ondrepsb 2
Ondrepsb 3
Ondrepsb 4
Orsitec