Ondrepsb
Ondrepsb 2
Ondrepsb 3

Prefeitura de Florianópolis atua no combate à dengue e encontra mais de 200 focos do mosquito somente em 2022

Por Administrador em 20/01/2022 às 15:49:29
Fotos: Divulgação/PMF

Fotos: Divulgação/PMF

A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, informa o registro de 238 focos do Aedes aegypti, mosquito vetor da dengue, neste início de 2022. Do número total, 63 foram encontrados na Cachoeira do Bom Jesus, onde os agentes estão realizando mutirão no momento.

O objetivo da ação é fazer um levantamento e controlar os focos do mosquito no bairro. Além disso, estão sendo realizadas ações de pesquisa vetorial especial, ou seja, uma atividade de controle de focos a partir da notificação de casos suspeitos, e ainda a investigação de denúncias e o monitoramento de pontos estratégicos e armadilhas.

A administração municipal reforça a importância da população dedicar 10 minutos por semana para alterar (furar, emborcar, vedar, telar) depósitos que acumulem água parada por mais de cinco dias. Em épocas de calor intenso, a proliferação do mosquito da dengue aumenta e o seu ciclo de vida fica mais curto, baixando de 10 para sete dias, em média. As medidas de prevenção devem ser tomadas com antecedência para bloquear o ciclo de vida do Aedes aegypti.


2021: o ano com mais focos encontrados

Florianópolis terminou o ano de 2021 com 7.163 focos do Aedes aegypti encontrados e ficou atrás apenas de Joinville nesta estatística. Este é o maior número já registrado na capital.

Vasos, pratos de plantas, potes, ralos foram os depósitos em que foi identificado o maior número de focos, principalmente em residências.

Centro, Rio Vermelho, Capivari, Ingleses, Itacorubi, Canasvieiras e Capoeiras lideraram os índices como bairros com mais focos do mosquito da dengue.





Comunicar erro
Orsitec

Comentários

Galego Bar e Restaurante